Darfur é o “barril de pólvora” africano, alerta chefe da missão da ONU

A região do Darfur é “explosiva” e há um “grande risco” para refugiados e pessoal internacional se as Nações Unidas não renovarem o seu mandato no Chade no próximo mês, alerta o chefe da missão da ONU no país, o português Vítor Ângelo.

Vítor Ângelo, que termina o seu mandato e também a sua longa carreira nas Nações Unidas a 15 de março, está preocupado com a possibilidade de as autoridades chadianas assumirem o controlo da segurança no país, agravando o que considera ser o futuro “grande problema de África”.

Para o chefe da missão das Nações Unidas no Chade (MINURCAT) e representante do secretário geral da ONU no país, “esta região é muito explosiva, está em crise, que se vai agravar com a evolução da situação no Sudão e sobretudo com a possibilidade de o Sudão se cindir em dois países”, disse, o diplomata português à Lusa, numa entrevista concedida antes de ser conhecido o pedido do Governo do Chade para serem retiradas as forças da ONU.

Fonte: European Pressphoto Agency

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: