Crianças colombianas recebem aulas de futebol no Equador

Crianças refugiadas e equatorianas jogam no mesmo time. (Foto: A.Escalante/ ACNUR)

Vinte e cinco meninas e meninos refugiados colombianos irão participar de treinos de futebol na escola do time Deportivo Cuenca, junto com crianças equatorianas. Isto vai ser possível graças a um convênio assinado em dezembro do ano passado entre o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e a escola de futebol do Deportivo Cuenca, um dos principais clubes do país.

Considerando a precária situação econômica em que vive a grande maioria das famílias refugiadas, o acesso a uma escola de futebol, até pouco tempo atrás, era um sonho inatingível para essas crianças. No entanto, agora meninos e meninas refugiadas receberão bolsas-auxílio completas que incluem transporte, uniformes e ingressos para os jogos.

Cuenca, localizada no sul do Equador, é a terceira cidade mais populosa do país e é conhecida por ser um local com altos índices de emigração, mas onde também existe uma grande quantidade de famílias refugiadas. O Deportivo Cuenca é a equipe de futebol mais importante da cidade. O acordo entre o clube e o ACNUR abriu para a população refugiada uma nova possibilidade de integração e convivência através do esporte.

“Estou muito contente em jogar futebol com outras crianças, compartilhar e fazer novos amigos”, diz Felipe, de seis anos, um dos dez primeiros meninos beneficiários das bolsas esportivas.

Para Carmen, mãe de Felipe, esta é uma oportunidade única para seu filho: “Estou agradecida ao ACNUR e ao Deportivo Cuenca por criar este espaço que tão bem faz às nossas crianças. Meu filho está contente, gosta muito de futebol e tem muito desejo de ser jogador”, acrescentou.

Para José Luis Darquea, coordenador do Deportivo Cuenca, o projeto promove a integração da população refugiada. “Buscamos incluir as crianças refugiadas no nosso meio, já que sabemos que são crianças que perderam oportunidades em seu país e nós devemos abrir-lhes as portas e lhes devolver a esperança”, afirmou.

O ACNUR entregou balões, uniformes e equipamentos esportivos na escola de futebol do Deportivo Cuenca, enquanto esta instituição se compromete a treinar os meninos e meninas refugiados em suas instalações, oferecendo-lhes uma atenção acolhedora e igualitária.

Segundo Darquea, trata-se de uma iniciativa de amplo alcance, que prevê que as crianças beneficiárias destas bolsas participem de torneios locais e nacionais. Os pais de família também podem participar em outras atividades que o clube realiza periodicamente, como encontros, festas e concursos, para compartilhar o tempo com seus filhos e também com famílias equatorianas.

A atenção a refugiados em áreas urbanas é um tema que cada vez ganha mais prioridade. Estima-se que cerca de 60% dos refugiados no Equador se encontram em cidades grandes e sua integração à sociedade local apresenta muitos desafios, em especial para a infância.

Por Andrea Escalante

En Cuenca, Ecuador

Fonte: ACNUR

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: