Centenas de somalis “desapareceram” do Centro de Refugiados de Nampula

A grande maioria dos 700 refugiados da guerra na Somália que estavam no Centro de Marratane, em Nampula, deixaram o lugar e estão em parte incerta, informaram hoje, quarta-feira, as autoridades.

O governo de Nampula, que hoje esteve reunido em sessão ordinária, analisou o caso e concluiu ser necessário tomar medidas adicionais para impedir novas fugas.

Segundo o governo regional, dos mais de 700 somalis que teriam solicitado às autoridades moçambicanas a concessão de estatuto de refugiado, e que aguardavam a tramitação dos respectivos processos, apenas 55 se encontram no local, não se sabendo onde se encontram os restantes.

Páscoa Azevedo, diretora provincial de Educação e porta-voz da reunião do executivo de Nampula, aventou a hipótese das pessoas ainda se encontrarem na cidade.

O Centro de Refugiados de Marratane, único do país, fica localizado a cerca de 20 quilômetros da cidade de Nampula e não tem qualquer tipo de vedação, o que permite a entrada e saída dos que ali estão a qualquer hora.

Na reunião do executivo de Nampula foram equacionadas algumas soluções para o problema que vão desde a vedação do centro à limitação dos movimentos dos residentes.

Em fim de janeiro de 2010 pelo menos 100 emigrantes ilegais somalis foram apanhados pela polícia do distrito de Nacarôa, depois de uma denúncia a partir da vizinha província de Cabo Delgado.

Na província de Nampula vivem atualmente muitos somalis, eles trabalham especialmente na área do comércio.

Fonte: Angola Press

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: