Fórum Urbano Mundial debate refugiados africanos no Brasil

Mais de 4 mil refugiados

O país abriga atualmente cerca de 4,2 mil refugiados; cerca de 60% desse total é proveniente de África, particularmente de Angola.

O 5º Fórum Urbano Mundial, que acontece no Rio de Janeiro, debateu a situação dos refugiados que vivem em grandes cidades.

A sessão, que teve lugar na quarta-feira, foi promovida pelo Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur.

Dificuldades Econômicas
Segundo dados apresentados à reunião pelo representante do órgão no Brasil, Andres Ramirez, metade dos refugiados do mundo vivem em áreas urbanas.

O Brasil abriga atualmente cerca de 4,2 mil refugiados. Cerca de 60% desse total é proveniente de África, particularmente de Angola.

O diretor da ONG “Caritas” no Brasil, Candido da Ponte Neto, disse à Rádio ONU, no Rio de Janeiro, que o país é um caso emblemático de refugiados que vivem em grandes centros urbanos.

Ele afirmou que as dificuldades econômicas e sociais no Brasil tornam a permanência desses refugiados ainda mais difícil.

Vida Digna
“Nós temos refugiados da Libéria, Nigéria, Angola e agora recentemente muitos que vieram da República Democrática do Congo. Eles chegam ao Rio de Janeiro das formas mais diversas, às vezes mesmo em porões de navios. Mas eles chegam aqui com a esperança de uma nova vida e procuram aqui um local , um pouso onde possam viver com dignidade” disse.

O Fórum Urbano Mundial termina esta sexta-feira, no Rio de Janeiro.

Fonte: Rádio ONU

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: