Israel analisa gestos para retomar confiança de palestinos

Fonte: European Pressphoto Agency

O enviado dos Estados Unidos para o Oriente Médio, George Mitchell, se reuniu nesta quinta-feira com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, para impulsionar o processo de paz, em busca de gestos que permitam retomar a confiança dos palestinos.

Nenhuma das partes comentou oficialmente sobre o conteúdo do encontro, mas a rádio do Exército israelense informou que Israel está preparado para adotar uma série de medidas destinadas a melhorar o clima de confiança com os palestinos, entre as quais estão incluídas a remoção de postos de controle na Cisjordânia e a libertação de presos.

“No marco das conversas, Israel está preparado para adotar medidas recíprocas para o restabelecimento da confiança”, disseram à Agência Efe fontes do escritório do primeiro-ministro, sem especificar em que consistiriam.

A Casa Branca pediu a israelenses e palestinos que demonstrem seu compromisso com o novo diálogo sob sua mediação iniciada recentemente, dando passos que permitam restabelecer a confiança e evitando provocações que possam dificultar o processo.

Fontes diplomáticas citadas pela imprensa local completam o pacote de medidas com a suspensão das atividades militares israelenses e a transferência da responsabilidade em matéria de segurança na Cisjordânia para a Autoridade Nacional Palestina (ANP).

Outro dos temas que, segundo a imprensa, poderiam ter sido analisados por Mitchell e Netanyahu se refere à possibilidade de que tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) sejam encarregadas de vigiar as fronteiras de um futuro Estado palestino, uma opção que, em princípio, a Autoridade Nacional Palestina (ANP) apoiaria.

A posição do chefe do Governo israelense, no entanto, é a de que Israel deveria manter sua presença a leste da fronteira do futuro Estado palestino para impedir que armas cheguem às mãos de milícias palestinas, como no caso da Faixa de Gaza, procedentes do Egito, ou em posse do grupo xiita libanês Hisbolá, de Líbano e Síria.

A visita de Mitchell é a primeira à região desde que, no dia 9 de maio, foi anunciado oficialmente o lançamento das chamadas “conversas de proximidade”, que colocaram fim a 16 meses de congelamento das negociações entre israelenses e palestinos, mesmo que de forma indireta.

Na quarta-feira, o mediador se reuniu na cidade de Ramala, na Cisjordânia, com o presidente da ANP, Mahmoud Abbas, assim como com o chefe da equipe negociadora, Saeb Erekat, entre outros dirigentes palestinos.

Abbas pediu a Mitchell que pressione Israel para suspender o que os palestinos consideram “práticas provocadoras”, tais como a construção em “assentamentos judaicos, incursões (em território palestino) e assassinatos de palestinos”.

O presidente da ANP também pediu que o mediador faça com que o Estado judeu deixe de “se impor no terreno”.

Os palestinos têm o objetivo de que, tratando as questões fundamentais do conflito, entre as que são abordadas segurança e fronteiras, “se possa chegar ao estabelecimento de um Estado palestino nos territórios ocupados por Israel em 1967”.

Fontes oficiais israelenses insistiram em que os assuntos do estatuto definitivo de paz, como fronteiras, refugiados ou Jerusalém, sejam negociados diretamente entre as partes.

O novo processo de diálogo impulsionado pela Casa Branca terá um período máximo de duração de quatro meses, após os quais, deverão começar as conversas diretas.

Os contatos sob mediação de Mitchell põem fim a 16 meses de congelamento brusco no processo de paz, resultado da ofensiva militar israelense na Faixa de Gaza entre dezembro de 2008 e janeiro de 2009, que atrapalhou as negociações lançadas em Annapolis, nos Estados Unidos, no final de 2007.

A ANP exigia a completa paralisação das construções nas colônias judias na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental para retornar à mesa de negociação, condição que Israel rejeita.

Depois do encontro realizado hoje em Jerusalém, Mitchell pôs fim a sua última visita à região e voltou a Washington.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: