Países precisam conhecer regras para proteção de jornalistas em conflitos

Fonte: Rádio ONU

Daniela Traldi, em Nova York.

Relator da ONU diz que falta de implementação vigorosa das regras existentes é o principal problema sobre ataques a jornalistas em zonas de guerra; Frank La Rue afirmou ser fundamental encontrar maneiras de melhorar o monitoramento dos padrões legais internacionais.

Frank La Rue

A falta de implementação vigorosa das regras existentes, da investigação efetiva de violações e da acusação dos responsáveis é o principal problema relacionado aos constantes ataques contra jornalistas no mundo.

A afirmação foi feita nesta sexta-feira pelo relator especial das Nações Unidas para a Promoção e Proteção do Direito à Liberdade de Opinião e Expressão, Frank La Rue.

Protegidos
Ele participou em Genebra de painel no Conselho de Direitos Humanos sobre a proteção de jornalistas em conflitos armados.

Na sessão, La Rue afirmou ser fundamental encontrar maneiras de melhorar o monitoramento dos padrões legais internacionais sobre o assunto. Segundo o relator, as regras precisam ser conhecidas, respeitadas e garantidas.

A situação é mais grave em países como o Afeganistão, como disse à Rádio ONU, de Paris, o responsável pelo escritório das Américas da ONG Repórteres Sem Fronteiras, Benoît Hervieu.

“Muitos exércitos e forças de intervenção estrangeiras não respeitam a resolução 1738 do Conselho de Segurança da ONU que diz que jornalistas nas zonas de combate devem ser reconhecidos como civis e, então, protegidos. O problema é que muitos Estados não sabem da resolução”, afirmou.

Comunicação
Hervieu disse ainda que muitos militares não conhecem o trabalho dos jornalistas nas áreas de combate e existem problemas de comunicação entre a imprensa e o exército nas zonas de conflito.

O relator Frank La Rue sugere ações como treinamento de forças armadas, de agências de aplicação das leis e outros grupos. De acordo com ele, os Estados devem estabelecer um mecanismo de resposta urgente para a proteção de jornalistas em conflitos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: