São Paulo celebra dia do refugiado com show étnico no SESC Carmo

Fonte: ACNUR

Em comemoração ao Dia Mundial do Refugiado (20/06), a CARITAS Arquidiocesana de São Paulo, em parceria com o Alto Comissariado das Nações Unidas (ACNUR), promoverá o show étnico “Novos Caminhos, Novas Culturas”, de  Vitor da Trindade, em São Paulo. O concerto será realizado no dia 18 de junho, às 17h, no Restaurante 1 do SESC Carmo, na capital paulista – a entrada é grátis.

Vitor da Trindade é compositor, percussionista e toca violão popular, além de ensinar danças tradicionais afro brasileiras em várias entidades como SESCs, Projetos Oficinas, Casas de Cultura e ONGs. Além disso, Vitor já trabalhou na composição de várias peças teatrais e, anualmente, é convidado a ministrar workshops na Alemanha e Itália, através da Landesmusikakademie de Berlim.

O Dia Mundial do Refugiado, que é celebrado no dia 20 de junho, tem neste ano o tema “Casa”, em reconhecimento ao sofrimento de mais de 40 milhões de pessoas que foram forçadas a se deslocar em todo o mundo. Entre elas estão cerca de dez milhões de refugiados sob os cuidados do ACNUR.

De acordo com as últimas estatísticas do Comitê Nacional para Refugiados (CONARE), o Brasil possui 4.294 refugiados (cerca de 30% são mulheres). Deste total, 3.895 foram reconhecidos por vias tradicionais de elegibilidade e 399 foram beneficiados pelo Programa de Reassentamento Solidário. Os refugiados de origem africana compõem a maioria desta população (64,9%), seguidos de refugiados do continente americano (22,3%), da Ásia (10,3%) e da Europa (2,2%). Em relação às nacionalidades, os maiores grupos são formados por angolanos (1.688 pessoas, ou 39,3% do total), colombianos (589 pessoas – 13,7%), congoleses (420 pessoas – 9,8%), liberianos (259 pessoas – 6%) e iraquianos (199 pessoas – 4,6%).

A Cáritas é uma organização da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e faz parte da Arquidiocese de São Paulo. Há 21 anos a Cáritas Arquidiocesana de São Paulo desenvolve o Programa de Apoio e atendimento aos Refugiados. Através do Centro de Acolhida para Refugiados coordena, acolhe e atende diretamente os solicitantes de refúgio e refugiados (homens, mulheres e crianças) que buscam proteção, assistência e integração em nosso país. A população atualmente atendida é de 1.800 pessoas procedentes de 73 países. O maior contingente é do continente africano correspondendo a 60%, América Latina 21%, Europa 4%, Ásia 2% e Oriente Médio 13%.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados é uma agência da ONU criada em 1950 com o objetivo de proteger e assistir às vítimas de perseguição, intolerância e violência. Atualmente, mais de 30 milhões de pessoas estão sob o mandato do ACNUR, entre solicitantes de refúgio, refugiados, apátridas, deslocados internos e repatriados.

Para outras informações sobre este evento, fale com Janaína Galvão, da Unidade de Informação Pública do ACNUR no Brasil (61.3044.5744), Cezira Furtim, Caritas-SP, (11.3241.3239) ou Denise Collus, Sesc Carmo, (11.3111.7026).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: