Refugiados eritreus expulsos da Itália

Fonte: Angola Press

Deputados europeus do Grupo dos Verdes denunciaram, num comunicado entregue hoje (sexta-feira) à imprensa em Bruxelas, as condições nas quais 250 eritreus requerentes de asilo na Itália foram expulsos à força para a Líbia.

 Os deputados lançaram um apelo ao Governo italiano para que os eritreus expulsos sejam reinstalados na Itália.

 

Eles pediram que os representantes da Líbia e da Itália sejam ouvidos pela Comissão dos Direitos Humanos do Parlamento Europeu sobre este caso.

Por outro lado, o Conselho Europeu para os Refugiados e o Exílio (ECRE), que agrupa 69 organizações de defesa dos refugiados, exprimiu-se contra o repatriamento dos migrantes clandestinos da Itália para a Eritreia e acusou a Itália de violar as suas obrigações legais sobre o direito de asilo. 

“Repetimos, com força, o pedido que fazemos ao Governo italiano para reinstalar os refugidos eritreus na Itália”, sublinha a nota do ECRE.

Negociações estão em curso entre a Líbia e a União Europeia (UE) com vista à conclusão de um acordo sobre o asilo e a imigração. 

Roma e Tripoli estão ligados por um acordo para o repatriamento para a Líbia de imigrantes clandestinos encontrados na Itália.

Segundo relatórios oficiais, pelo menos dois milhões de imigrantes clandestinos, provenientes sobretudo da África Subsariana, aguardam na Líbia por uma oportunidade para usar embarcações obsoletas para atravessar, arriscando as suas vidas, o Mediterrâneo e entrar na Europa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: