150 médicos imigrantes vão ter equivalência em Portugal

Fonte: DN Portugal

Portaria do DR vai permitir a médicos estrangeiros exercer medicina em Portugal se as equivalências forem dadas até julho de 2011.

Cerca de 150 médicos imigrantes vão obter equivalência nas habilitações acadêmicas de forma a poderem exercer medicina em Portugal, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

A portaria vem assim prorrogar o prazo até que os candidatos já admitidos concluam todas as atividades inerentes ao processo de equivalência, não podendo contudo ultrapassar a data de 18 de julho de 2011.

Este programa, que resulta de uma parceria entre o Ministério da Saúde, a Fundação Calouste Gulbenkian e o Serviço Jesuíta aos Refugiados, visa apoiar a “incorporação no Serviço Nacional de Saúde de 150 médicos imigrantes que se encontrem residindo legalmente no país e exercendo atividades diversas da sua formação”.

Além de uma bolsa que permite a realização do estágio e a preparação para o exame de equivalência, o programa prevê também “suportar os custos relativos aos processos de reconhecimento exigidos pelas Faculdades de Medicina”. Inclui a emissão da certidão de equivalência, o pagamento de despesas relativas à inscrição na Ordem dos Médicos, bem como despesas várias de tradução, de cursos de língua portuguesa e disponibilização da bibliografia de suporte ao exame.

Este programa nasceu em 2002 quando a Fundação Gulbenkian criou o Reconhecimento de Habilitações de Médicos Imigrantes, através do qual 106 clínicos obtiveram equivalência para as suas habilitações acadêmicas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: