Ethnoleague promove diversidade cultural

Fonte: UEFA

A Ethnoleague realiza-se em dezembro, em Varsóvia, capital da Polônia (Foto: Never Again Association)

O Projeto de Desenvolvimento do Leste Europeu, da FARE, está a trilhar o caminho para uma celebração de diversidade e respeito em 2012, e a Ethnoleague, em Varsóvia, destaca esta mensagem multicultural.

O UEFA EURO 2012, na Polônia e Ucrânia, pretende ser um torneio alegre e multicultural. Com esse objetivo em mente, a UEFA financiou o Projeto de Desenvolvimento do Leste Europeu, criado pela rede pan-europeia Futebol Contra o Racismo na Europa (FARE), na caminhada para 2012.

No âmbito do projeto, a Associação Nunca Mais, parceira da FARE, instituiu o Centro de Monitorização da Europa de Leste, que regista incidentes de racismo e xenofobia. Além disso, a Nunca Mais organizou uma série de eventos na Polônia e Ucrânia, para promover a diversidade, respeito e a dimensão multicultural do futebol.

“O Projeto de Desenvolvimento do Leste Europeu trilha o caminho para a celebração da diversidade e respeito no UEFA EURO 2012. O anti-racismo está no coração dos nossos valores partilhados”, disse o primeiro vice-presidente da UEFA, Şenes Erzik. A mais recente iniciativa co-organizada pela FARE e pela Fundação para a Liberdade, denominada Ethnoleague, começou em Varsóvia na semana passada. Doze equipes multiculturais participaram do torneio de futebol, incluindo africanos, vietnamitas, chechenos e pessoas de outras nacionalidades que residem na capital polaca, bem como uma equipe feminina, outra em representação da Nunca Mais, e ainda uma formação composta por adeptos do Legia Warszaw.

O objetivo da Ethnoleague é a integração dos habitantes de Varsóvia, provenientes de diferentes ambientes. O esquema envolve um campeonato de futsal e uma série de eventos culturais com a participação de emigrantes e refugiados; adeptos e jornalistas. Cada equipe serve de anfitriã a uma jornada. Prepara uma curta apresentação sobre si, acompanhada de música e comida. Os jogos de futebol são acompanhados de encontros de integração, debates sobre o anti-racismo no futebol, sessões educativas de anti-discriminação e ainda a exposição “Vamos chutar o racismo para fora dos estádios”, criada pela Nunca Mais.

“Pretendemos combater o racismo através da promoção do multiculturalismo no desporte”, disse Krzysztof Jarymowicz e Jacek Purski, organizadores da Ethnoleague. “Queremos uma atmosfera amigável, que também deve fazer-se sentir no próximo UEFA EURO 2012”.

Piara Powar, diretor-executivo da rede FARE, encontrou-se com os participantes e organizadores da Ethnoleague em Varsóvia, esta semana. “É uma iniciativa fantástica, que pode servir de modelo para muitos outros países”, disse.

As atividades semanais da Ethnoleague decorrem até 4 de dezembro. Os participantes receberam equipamentos de futebol e prêmios, financiados pela UEFA. O torneio tem o patrocínio oficial do presidente da Câmara Municipal de Varsóvia e do Plenipotenciário para o Estatuto da Igualdade, do governo polaco. O projeto é co-financiado pelo Fundo de Iniciativas Cívicas e pela Fundação Stefan Batory. O Gabinete de Estrangeiros da Polônia é outro dos parceiros.

Anúncios

Uma resposta para Ethnoleague promove diversidade cultural

  1. Érica Saboya disse:

    Estou desenvolvendo um trabalho acadêmico sobre a acolhida de refugiados pelo Brasil e gostaria muito de abordar em um capítulo o papel da Refugee United. Com quem eu poderia conversar para esclarecer algumas dúvidas sobre o funcionamento do site?

    Obrigada,

    Érica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: