Refugiados costuram a boca para protestar

Fonte: Folha do Estado

Foto: Louisa Gouliamaki/ AFP

Cinco refugiados iranianos costuraram a própria boca para protestar contra a negativa de Atenas (Grécia) em lhes conceder asilo político. Eles realizam uma greve de fome juntamente com outros 36 iranianos que também querem ficar no país.

Entre os manifestantes está uma ex-jornalista do Irã, que apareceu nesta quinta-feira diante da Universidade de Atenas com a boca costurada para protestar contra a decisão do governo grego. Mais de 45.000 refugiados esperam anos para que seus casos sejam analisados em segunda instância. 

 Recentemente a condição da mulher na República Islâmica esteve em evidência devido ao caso da iraniana Sakineh Mohammadi Ashtiani (43) condenada à morte por apedrejamento. Ela é acusada por adultério e de ter sido coautora da morte do seu marido.

Após idas e vindas, o caso ainda aguarda o veredicto. A situação atraiu atenção internacional e gerou duras críticas ao regime iraniano, que acusa os EUA e aliados a promoverem uma campanha contra o país com motivações políticas.

Uma resposta para Refugiados costuram a boca para protestar

  1. JB disse:

    Acho que não precisa tanto ! Costurar a boca não é a melhor saída, seria melhor fazer, uma manifestação com os amigos ou no caso extremo uma greve com data de início e fim, para que a saúde não fique debilitada. E diga-se de passagem … que iraniana lindaaa !!! Não fica na Grécia não, vem aqui no Brasil, que eu te dou casa, boa comida e muito muito carinho e amor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: