Luc Besson roda vida da birmanesa Aung San Suu Kyi

Fonte: Correio da Manhã

Aung San Suu Kyi no momento da sua libertação, em Novembro de 2010: a história da sua vida será um filme

 

“Não quero retratar o ícone, mas a mulher que, quando recebeu o Prémio Nobel da Paz, estava presa em casa, sem electricidade, agarrada a um transístor para ouvir as notícias”. São as palavras do realizador francês Luc Besson, que aos 51 anos decidiu transformar em filme a vida de Aung San Suu Kyi, líder da oposição birmanesa que cumpriu 15 anos de prisão domiciliária e que foi libertada em Novembro de 2010, aos 65 anos.

Intitulado ‘The Lady’, o filme será protagonizado por Michelle Yeoh, protagonista ‘O Tigre e o Dragão’, que foi recebida por Suu Kyi em sua casa, num encontro que a actriz recorda com emoção.

“Ela queria ver-me e quando lá cheguei abriu os braços para me abraçar”, recorda Yeoh. “A primeira coisa que me veio à cabeça foi a sua magreza evidente. Passámos o dia a falar sobre as dificuldades da meditação e sobre o gato siamês que lhe tinha dado de presente. É uma mulher muito bela, com uma aura especial”, disse a actriz.

Apesar da aparente boa vontade, nem Suu Kyi nem a família pretendem envolver-se na produção do filme, preferindo manter uma posição neutral sobre o mesmo.

Quanto a Luc Besson – que anteriormente assinou filmes como ‘Nikita’ ou ‘Joana d’Arc’ – admite que esta é uma incursão por novos territórios, mas que foi isso mesmo que o atraiu.

 “A história de amor entre Suu Kyi e o seu marido Michael Aris [de quem teve dois filhos e que morreu de cancro em 1999] é uma das mais comovedoras que conheço, desde o Romeu e Julieta”, conclui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: