Associação dos Direitos Humanos denuncia prisões e torturas em Cabinda

Fonte: Correio da Manhã

Relatório da Human Rights Watch revela actos de desrespeito pelos direitos humanos

A organização Human Rights Watch (HRW) revela, no seu relatório anual apresentado em Bruxelas, a existência de prisões arbitrárias, tortura e outras violações graves dos direitos humanos por parte das Forças Armadas angolanas em Cabinda.

Segundo o relatório referente ao ano de 2010, mas que analisa também anos anteriores, a presença das Forças Armadas Angolanas (FAA) em Cabinda continua a ser mais forte do que noutras partes do país, fato que poderá ser comprovado com o aumento das “operações para eliminar o remanescente das forças rebeldes” antes de janeiro de 2010.

HRW denuncia ainda a “prisão arbitrária” de mais de 40 independentistas desde 2007, a maioria dos quais alegam ter sido sujeitos a tortura e maus-tratos durante longos períodos de detenção.

“Foram depois transferidos para uma prisão civil e acusados de “crimes contra a segurança do Estado e outros crimes relacionados, mas em vários casos foram-lhes negados direitos e garantias processuais fundamentais”, refere o relatório agora divulgado.

O documento considera “evidentemente injusto” o julgamento num tribunal militar que em setembro de 2008 condenou o antigo correspondente da rádio Voz da América, Fernando Lelo, a 12 anos de prisão, e cinco soldados das FAA, que alegadamente participaram em ataques rebeldes em 2007, a 13 anos de cadeia. O texto recorda que o Supremo Tribunal Militar absolveu Fernando Lelo, mas agravou a pena de três anos dos restantes acusados, condenando dois a 24 anos e outro a 20 anos de cadeia, “apesar da falta de provas e de sérias alegações de tortura”.

A organização de direitos humanos denuncia ainda a expulsão em 2009 de dezenas de milhares de “alegados imigrantes ilegais” de Angola para a República Democrática do Congo, adiantando que o gabinete coordenador para as questões humanitárias das Nações Unidas relatou “sérios abusos, incluindo violações e pilhagens” por parte dos militares e da polícia durante este processo.

“Refugiados e requerentes de asilo em Nzage, Lunda Norte, disseram que os militares os prenderam em operações casa a casa, pilharam os seus bens e violaram várias mulheres durante as operações de expulsão em maio”, refere o relatório.

“Em Cabinda, tanto migrantes como cabindeses relataram que a polícia fronteiriça espancou e feriu pessoas que assumiram ser imigrantes ilegais, tendo-as transportado e mantido em condições degradantes durante as operações de setembro e outubro”, acrescenta.

Anúncios

One Response to Associação dos Direitos Humanos denuncia prisões e torturas em Cabinda

  1. carlosb disse:

    TIM LOPES , NÃO QUER QUE FIQUEMOS ADORANDO ELE, ELE QUER SIM QUE CONTINUEMOS DE ONDE ELE PAROU, DENUNCIANDO O ERRADO, CLINICAS PARA DEPENDENTES QUE BARBARIZAM ESTES, POLITICOS SEM ESCRÚCULOS, É UM DESAFIO, VOCE ACEITA?
    DO CONTRARIO, NÓS ESTAREMOS COLOCANDO UM PONTO FINAL, POR TUDO AQUILO QUE TIM LOPES LUTOU, E ESTARIA LUTANDO ATÉ HOJE.
    POR EXEMPLO, O QUE DIRIA TIM LOPES, SE SOUBESSE QUE ASSASSINOS,TRAFICANTES,CANALHAS, QUE MATARAM UM JORNALISTA DA IMPORTANCIA DELE PARA SOCIEDADE, ACABARAM MUITOS DELES SOUTOS EM POUCO TEMPO, IMAGINA-SE QUE TIM LOPES INCOMODAVA NÃO SOMENTE MARGINAIS E TRAFICANTES, CLARO AS PESSOAS QUE PROCURARAM LIVRAR OS ASSASSINOS DA CADEIA, POLITICOS TALVEZ, EMPRESÁRIOS COM CERTEZA ( EMPRESÁRIOS DE ATIVIDADE ILICITA E ILEGAL), COM CERTEZA A MORTE DE TIM LOPES FOI ENCOMENDADA, ASSIM COMO SE MATAM AQUI NO BRASIL QUALQUER PESSOA QUE OFEREÇA PERIGO A QUEM ESTA NO PODER. VOCE LEMBRA DA IRMÃ DOROTHY. O BRASIL VIVE O FAROEST MODERNO, A PESSOA CHEGA EM DETERMINADO LOCAL, E SE NÃO FAZ PARTE DE NENHUM PODER LOCAL É CONSIDERADO FORASTEIRO, E O MARGINAIS LEGAIS E OS MARGINAIS ILEGAIS VÃO LA E MATA O CARA.
    TENHO CERTEZA DE QUE SE TIM LOPES, LEVANTASSE HOJE DA SEPULTURA E VISSE O NANO PROGRESSO QUE SE FEZ NESSA AREA, PERCEBENDO QUE TODO O SEU TRABALHO FOI EM VÃO, FICARIA MUITO TRISTE E MORRERIA NOVAMENTE.
    PERGUNTE-SE O QUE TIM LOPES FARIA:
    A CLINICA EL SHADAI DE BRAGANÇA PAULISTA, MUDOU DE NOME PARA CLINICA LIONS, SÃO PESSOAS SEM ESCRÚPULOS QUE SE ESCONDEM ATRAZ DE UM NOME EVANGELICO, MAS SÃO FORA DA LEI TANTO DE HOMENS COMO DAS LEIS DIVINAS, O QUE EU QUERO É APENAS JUSTIÇA E QUE ESTAS COISAS NÃO ACONTEÇAM MAIS, SEGUNDO ESTATISTICA 80% DESTAS COMUNIDADES PARA DEPENDENTES QUIMICOS TORTURAM SEUS INTERNOS,NO BRASIL CHEGA A SER UM BOM NEGOCIO,QUE FAZ SEUS PROPRIETARIOS MILIONARIOS EM POUCO TEMPO, MAS A QUE PREÇO, O PREÇO DE MUITAS VIDAS QUE AO INVÉS DE RECUPERAREM QUANDONÃO MORREM ENTRAM NA MAIS PROFUNDA DE PRESSÃO,
    TIROU FORA DO AR SEU SITE, DEPOIS DE MUITAS DENÚNCIAS DE MAUS TRATOS, TORTURA E ATÉ MORTES DE INTERNOS JUSTIFICADA POR ELES COMO SUICIDIO.
    POR FAVOR SE VOCE SOUBER DE ALGUMA COISA NÃO SÓ DESTA CLINICA, DENÚNCIEM PARA A POLICIA, OBRIGADO.

    Vejam também os videos denuncia se o link não funcionar copie e cole no navegador:

    http://aceveda.com.br/blog/?p=31825

    http://www.diariosp.com.br/_conteudo/2011/03/41556-clinica+para+recuperacao+de+dependentes+quimicos+tortura+seus+internos.html
    http://wn.com/mbmodabeleza
    http://carlosb.no.comunidades.net/
    * julguei interessante pois sei que a maioria das clinicas denunciadas continuam a trabalhar normalmente, uma maneira é mudar de nome, outra usada é ter uma sede ( casarão bonito com piscina,cpo de futebol) e várias clinicas clandestinas no periodo da visita os internos são trazidos para a sede e depois levados de volta, sei tambem que boa parte dos pacientes são oriundos de estados vizinhos: MT,MS,MG,BH,RJ,DF,GO,PR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: