ONU obtém aprovação da Líbia para envio de missão humanitária

Fonte: O Estado de S.Paulo

Diplomata jordaniano será o encarregado de conversar com as autoridades do país para discutir ações de ajuda à população

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, nomeou neste domingo o ex-ministro das Relações Exteriores jordaniano Abdelilah al-Khatib enviado especial à Líbia, para que se reúna com as autoridades líbias e avalie as imediatas necessidades humanitárias da população.

O novo enviado especial da ONU “realizará consultas urgentes com as autoridades em Trípoli e na região sobre a situação humanitária imediata e as dimensões mais amplas da crise”, informou em comunicado o porta-voz da ONU, Martin Nesirky.

A nota acrescenta que o diplomata jordaniano “chegará a Nova York nos próximos dias antes de assumir suas responsabilidades na região”.

Ban conversou por telefone neste domingo com o ministro líbio das Relações Exteriores, Moussa Kusa, a quem pediu o imediato acesso ao país de todas as organizações humanitárias para que assistam às pessoas que precisam.

“A esse respeito, o secretário-geral sugeriu o envio imediato de uma missão de avaliação humanitária a Trípoli, pedido aceito pelo ministro das Relações Exteriores líbio”, acrescentou o porta-voz, que também fez o apelo para que as autoridades líbias “considerem os interesses do povo do país e escutem a voz unida da comunidade internacional”.

Ban expressou ainda sua “profunda preocupação com os enfrentamentos no oeste da Líbia, onde houve numerosas perdas de vidas humanas e há a ameaça de um maior massacre nos próximos dias”, assinalou Nesirky.

O principal responsável das Nações Unidas também manifestou que são os civis as principais vítimas da violência, pelo que pediu “ao Governo líbio a imediata cessação do uso desproporcional da força e dos ataques indiscriminados contra alvos civis”.

Além disso, lembrou mais uma vez que os responsáveis por violações da lei humanitária internacional e por delitos graves serão levados à Justiça.

Ban pediu “que as autoridades em Trípoli respeitem os direitos humanos de todo seu povo e levantem as restrições sobre os meios de comunicação”, assinalou o porta-voz, que também solicitou que as autoridades líbias garantam a segurança de todos os estrangeiros.

A secretária-geral adjunta da ONU para Assuntos Humanitários, Valerie Amos, que durante este fim de semana visitou a fronteira líbio-tunisiana, avaliou em US$ 160 milhões o financiamento necessário para atender às vítimas do conflito na Líbia, assim como aos trabalhadores migrantes que estão deixando o país pelas fronteiras com Tunísia, Egito e Níger.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: