Relatores da ONU condenam violência na Síria

Fonte: Rádio ONU

Alvos de violações

Em comunicado, 10 peritos em direitos humanos afirmam que manifestantes, jornalistas e ativistas estão sendo alvos de violações; pelo menos 200 pessoas foram mortas em protestos pró-democracia no país árabe.

Um grupo de 10 relatores especiais de direitos humanos condenou, nesta sexta-feira, as mortes ocorridas na Síria por causa de protestos em prol da democracia.

Em comunicado conjunto, os relatores disseram que apesar de promessas de reforma pelo governo, jornalistas, ativistas e manifestantes estariam sendo alvos de repressão e violência no país árabe.

Damasco
Desde o início dos protestos, em meados de março, a violência se intensificou causando mais de 200 mortes. As manifestações estão ocorrendo em várias cidades, incluindo a capital do país, Damasco.

O governo sírio prometeu reformas e consultas para suspender o estado de emergência que já dura 48 anos.

Os 10 relatores afirmam que estão abismados com a prisão de centenas de manifestantes na Síria. Eles pediram a libertação imediata dos que estavam protestando de forma pacífica.

Segundo o comunicado, forças de segurança teriam disparado contra multidões tanto em manifestações como em funerais.

Há relatos de que cidadãos sírios estariam pegando em armas, numa possibilidade de escalada da violência.

No fim de semana, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, ligou para o presidente sírio, Bashar al-Assad, e disse que “as mortes de civis eram inaceitáveis”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: