SME dispõe de condições para recepção de refugiados angolanos

Fonte: Angola Press

O Serviço de Migração e Estrangeiros no Cunene (SME) dispõe de condições técnicas e quadros humanos para receber os refugiados angolanos a partir do corredor fronteiriço da vizinha República da Namíbia, no quadro do repatriamento voluntário de cidadãos nacionais ainda no exterior do país.
O fato foi avançado nesta terça-feira à Angop pelo chefe de Fronteira do SME, Joaquim Hukata, que referiu terem sido reforçadas medidas de combate a imigração ilegal, e os angolanos que optarem pelo regresso voluntário têm os postos fronteiriços de Santa Clara, Calueque e Ruacaná como “portas” de entrada, independente da sua proveniência na região da África Austral.
Adiantou que a instituição tem já o registo e controle de 13 cidadãos nacionais que, de forma isolada, regressaram ao país voluntariamente, através do posto fronteiriço de Santa Clara, provenientes do campo de refugiados de Mayukwa na República da Zâmbia.
Joaquim Hukata frisou que estes cidadãos seguiram para a cidade do Lubango, província da Huíla, local optado para seu reassentamento.
Ressaltou que o processo de repatriamento voluntário e organizado de refugiados angolanos começa, na Zâmbia, no final de maio corrente, devendo ser lançado em junho na República Democrática do Congo (RDC).
Dados do Ministério da Assistência e Reinserção Social apontam para a chegada de aproximadamente 60 mil pessoas, 43 mil vindas da República Democrática do Congo, oito mil de Zâmbia, duas mil da Namíbia e cerca de cem do Botswana.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: