Pilhagens e incêndios contra povo sudanês do Abyei

Fonte: Fátima Missionária

Por E. Assunção

As tropas do norte do Sudão ocupam o Abyei – um distrito disputado entre o Sudão e o Sudão do Sul, cujas fornteiras ainda não foram delimitadas – desde 21 de Maio. Diante da ofensiva militar, os habitantes fogem e os militares pilham e incendeiam as casas. A denúncia é feita à agência Fides por Roko Taban Mousa, administrador apostólico de Malakal, no sul do Sudão. “Diversas habitações foram saqueadas e incendiadas. É assim que pretendem criar um clima de insegurança para tornar impossível o regresso da população local a Abyei”.

O prelado afirma que “o exército de Cartum não tem intenção de deixar a zona”. Vários milhares de pessoas fugiram da cidade e arredores e, há vários dias, encontram-se privados de qualquer assistência. “Até agora a situação humanitária não registou qualquer melhoria, tanto mais que as reservas alimentares das Nações Unidas presentes na zona foram pilhadas pelo exército do norte”. A situação degradada levou a que pessoas de boa vontade do Sul do Sudão “juntem alguns mantimentos e partam para os lugares onde se encontram os deslocados para os socorrer”. Apesar desta ajuda, a situação agrava-se. “As chuvas continuam a cair sobre as áreas onde os refugiados se encontram”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: