África rebela-se contra injustiças sobre refugiados

Fonte: Fátima Missionária

Por E. Assunção

“Cristãos devem empenhar-se a combater a xenofobia”, escrevem os bispos da África Austral por ocasião da celebração do Dia Mundial do Refugiado. É uma “ameaça à comunidade dos seres humanos”

“Na vigília desta importante jornada para os nossos irmãos e irmãs que foram forçados à fuga, a comunidade católica celebra a solenidade da Santíssima Trindade. É uma boa ocasião para reflectir sobre a nossa atitude como comunidade em relação aos refugiados”, escreve o bispo Frank Nubuasah, do Botswana. Celebra-se a 20 de Junho a 10ª Jornada Mundial do Refugiado, que inicialmente se chamava Jornada do Refugiado Africano. “É uma jornada que, além de ajudar a tomar consciência da difícil situação dos refugiados e dar a conhecer as injustiças que a comunidade humana inflige aos seus membros, celebra também os contributos positivos dos refugiados e da comunidade de migrantes”, escreve o prelado que é também secretário da comissão de refugiados da Conferência Episcopal da África do sul, Botswana e Suazilândia.

O bispo Frank Nubuasah aponta as relações trinitárias como modelo das relações humanas. “Na Trindade temos uma comunhão perfeita do Pai, do Filho e do Espírito Santo, numa relação de amor entre eles, que operam em comunhão para partilhar o seu amor com o mundo”. O vigário apostólico de Francistown, Botswana, acrescenta que “se trata de uma comunidade de relações que todas as comunidades humanas deveriam imitar no seu modo de relacionar-se”. A partir deste modelo, o bispo interroga as comunidades católicas da África Austral sobre o modo como acolhem os refugiados que vivem nos seus países: “A relação entre nós e com os refugiados é uma perfeita imitação da comunhão entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo?”. Os refugiados e os deslocados continuam a sofrer “falta de amor e injustiças”. Os bispos exortam os cristãos a ajudá-los: “Como sequazes de Cristo, pedimos-vos que vos oponhais ao mal da xenofobia que ameaça a comunidade dos seres humanos”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: