Brasil enviará 53 mil toneladas de alimentos a região de seca da África

Fonte: Exame

 

A expectativa é que dois grandes navios graneleiros deixem o país nos primeiros dias de setembro (Foto: Oli Scarff/Getty Images)

A Somália receberá 38 mil toneladas, enquanto 15 mil toneladas serão encaminhadas a campos de refugiados na Etiópia

O Ministério das Relações Exteriores informou hoje (28) que o Brasil enviará 53 mil toneladas de alimentos para países da região conhecida como Chifre da África, que fica no Nordeste do continente. A expectativa é que dois grandes navios graneleiros deixem o país nos primeiros dias de setembro. Segundo o Itamaraty, o motivo da doação é o agravamento da seca que atinge a região.

A Somália receberá 38 mil toneladas, enquanto 15 mil toneladas serão encaminhadas a campos de refugiados na Etiópia. De acordo com o coordenador-geral de Ações Internacionais de Combate à Fome do Itamaraty, Milton Rondó Filho, inicialmente, os países receberão apenas feijão e milho. “A doação já era prevista, mas foi antecipada devido à piora da crise da seca. A declaração de fome [emitida pela Organização das Nações Unidas, a ONU] é da semana passada, mas já notamos que estava havendo deterioração na região”, disse Rondó, à Agência Brasil.

O Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA) vai intermediar a doação. Até agora, o Brasil embarcou 2,4 mil toneladas de feijão para o Haiti. De acordo com a ONU, a doação que será encaminhada aos países do Chifre da África equivale a R$ 34,5 milhões em alimentos, a décima em uma lista de 30 países.

A doação de alimentos a países em situação humanitária delicada é permitida por lei que entrou em vigor em junho. Ela autoriza o governo a doar, até junho do ano que vem, 500 mil toneladas de arroz, 100 mil toneladas de feijão, 100 mil toneladas de milho, 10 mil toneladas de leite em pó e 1 tonelada de sementes de hortaliças.

Além da Somália e da Etiópia, podem ser beneficiados países como a Bolívia, El Salvador, a Guatemala, o Haiti, a Nicarágua, o Zimbábue, Cuba, o Sudão, a República Centro-Africana, o Congo, Níger e a Coreia. Também foi autorizado o embarque para os países da Comunidade de Países de Língua Portuguesa e para a Autoridade Nacional Palestina.

Região com pouco mais de 2 milhões de quilômetros quadrados de área e cerca de 90 milhões de habitantes, o Chifre da África fica no extremo Nordeste do continente. É formada pela Somália, Etiópia, Eritreia e pelo Djibuti. Fica na Península Arábica que, em sua parte asiática, tem o Iêmen, a Arábia Saudita, Omã, os Emirados Árabes e o Kwait.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: