ONU apoia profissionais de mídias sociais que ‘abrem portas para discussões sobre os direitos humanos’

Fonte: Rádio ONU

Por Luisa Leme

Jornalistas e ativistas participaram do evento pessoalmente e via Skype

Jornalistas multimídia e ativistas que têm impulsionado o debate na internet participaram de evento do Conselho da ONU sobre Direitos Humanos e foram nomeados para programa do departamento de estado norte-americano.

Jornalistas e ativistas que utilizam mídias sociais ou blogs para discutir questões ligadas aos direitos humanos em países como Uganda, Mianmar, Coreia, e Egito foram nomeados para a Associação da Internet Livre.

Eles compartilharam suas histórias no evento “A Voz Humana da Liberdade: Internet e Direitos Humanos”, organizado pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU, em Genebra. O debate foi transmitido simultaneamente pelo Twitter e contou com a participação de outros ativistas via Skype.

Inovação
A nomeação faz parte de um programa do Departamento de Estado americano, lançado em maio deste ano. O objetivo é destacar o trabalho de profissionais que usam a internet de maneira inovadora para discutir direitos humanos.

Uma dos participantes, a jornalista e ativista, Rosebell Kagumire, ganhou popularidade na internet depois de documentar histórias de mulheres de Uganda, que foram violentadas e sequestradas durante a guerra civil no país. O blog da jornalista discute questões políticas, com foco nos direitos da mulher na região.

Outros profissionais reconhecidos pelo programa fizeram parte da onda de protestos que derrubou regimes em países do norte da África e Oriente Médio, com eventos muitas vezes organizados através das redes sociais.

Os textos sobre violações de direitos humanos no Egito, de Wael Abbas, colocaram o assunto em pauta durante a Primavera Árabe.

A jornalista e blogueira Henda Chennaoui, da Tunísia, que também foi nomeada pelo programa, diz que tenta “oferecer informações alternativas e outros pontos de vista sobre questões (de direitos humanos) em países onde o governo tem monopólio sobre a mídia”. O blog e facebook da jornalista têm muitos seguidores na Tunísia.

O programa Associação da Internet Livre é administrado pela missão dos Estados Unidos na ONU em Genebra.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: