Grupo iemenita de salvamento de vidas vence Prêmio Nansen 2011

Fonte: ACNUR Brasil

 

A Sociedade para Solidariedade Humana patrulha 600 quilômetros da costa do Iêmen proporcionando serviços de salvamento para milhares de refugiados e migrantes. (Foto: SHS)

O escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) anunciou hoje que o vencedor do Prêmio Nansen deste ano é a Sociedade para Solidariedade Humana (SHS), no Iêmen. O prêmio no valor de 100 mil dólares reconhece o trabalho da equipe de 290 pessoas e do seu fundador, Nasser Salim Ali Al-Hamairy, pelo “serviço dedicado a promover o salvamento de vidas de milhares de refugiados e imigrantes, que chegam todos os anos às praias do Iêmen”, após cruzarem o Golfo de Aden em barco.

Desesperados para escapar da violência, seca e pobreza no Chifre da África, milhares de refugiados e imigrantes colocam suas vidas nas mãos de contrabandistas para cruzar o Mar Vermelho e o Golfo de Áden em barcos superlotados e muitas vezes incapazes de navegar. Alguns dos que fazem esta perigosa viagem são espancados e abusados, e chegam traumatizados e doentes à costa iemenita. A equipe da SHS monitora cerca de um terço dos dois mil quilômetros da costa do Iêmen, resgatando os sobreviventes, oferecendo os primeiros socorros e, frequentemente, enterrando aqueles que morreram no caminho.

Em 2011, cerca de 60 mil pessoas fizeram travessias marítimas para o Iêmen. Estima-se que ao menos 120 pessoas se afogaram na tentativa de completar a viagem.

“Milhares de refugiados devem sua sobrevivência a pessoas que trabalham para a Sociedade para Soliedariedade Humana,” disse o Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados, António Guterres. “A dedicação integral dessas pessoas ao serviço à humanidade merece apoio e reconhecimento global.”

O fundador da SHS, Salim Ali Al-Hamairy, disse que “vencer o Prêmio Nansen nos deu um grande incentivo. Nosso trabalho é um dever humanitário… que tem que ser feito sob qualquer circunstância.” Acrescentou que usaria a plataforma Nansen para fazer um apelo à comunidade internacional de que “intensifique os esforços para melhorar a situação na Somália e ajudar a dissuadir as pessoas sobre esta arriscada travessia.”

O Prêmio Nansen foi criado em 1954, em homenagem a Fridtjof Nansen, explorador norueguês, cientista e primeiro Alto Comissário para Refugiados da Liga das Nações. É concedido anualmente a um indivíduo ou organização em reconhecimento ao empenho no trabalho pelos refugiados. O prêmio consiste de medalha comemorativa e um valor em dinheiro de 100 mil dólares, doado pelos governos da Noruega e Suíça. O vencedor pode doar o dinheiro para causa de sua escolha. A cerimônia do Prêmio Nansen acontecerá dia 3 de outubro, em Genebra.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: