Novo grupo de haitianos chega a Manaus atrás de oportunidades de emprego

Fonte: A Crítica

Por Cassandra Castro

Novos grupos de haitianos geralmente chegam sem aviso e deixam pároco da igreja de São Geraldo preocupado.  A expectativa é de que no sábado, chegue um novo grupo

Um grupo de 38 haitianos entre homens, mulheres e adolescentes chegou a Manaus por volta das 16h30 desta terça-feira (1º) de novembro.  No fim da tarde , eles estavam aglomerados em volta da igreja e da sede paroquial que fica na Zona Centro-Sul de Manaus.

De acordo com pároco da igreja de São Geraldo, Valdecir Molinari, a paróquia só fica sabendo da chegada de novos grupos de imigrantes quando eles já estão na porta da igreja à procura de lugar para dormir.  “ Na semana passada, chegaram em torno de 65. Como os barcos vindos deTabatinga sempre chegam às terças e sábados, estamos com a expectativa que cerca de mais 30 venham neste fim de semana”, afirma o pároco.  Ele disse que com este grupo que chegou nesta terça, o total de haitianos em Manaus chega a 2.600.

Esta nova leva de haitianos vai ser abrigada em alguns locais de apoio, explica o pároco. Uma parte do grupo ficará abrigada n o bairro Coroado, Zona Leste, em um espaço cedido pelos capuchinhos e outra será abrigada no bairro Zumbi, em uma antiga creche cedida por um padre.

Os haitianos que chegam a Manaus enfrentam uma viagem de quatro dias e cinco noites em barcos, vindos de Tabatinga. “ Como muitos não conseguem o visto no Haiti para vir ao Brasil, passam pela República Dominicana, Panamá, Equador, Peru e Tabatinga e ainda tem que esperar até conseguir o protocolo na Polícia Federal para poder vir a Manaus”, conta  padre Valdecir.  “Muitos contam com a ajuda da família , de parentes que estão fora do Haiti e alguns chegam a contrair dívidas para poder viajar para cá”, afirma o pároco.

O pároco de São Geraldo diz que apesar do desafio de acomodar todos que chegam periodicamente à cidade ser grande, a maior dificuldade vem sendo conseguir alimentação para tanta gente.  “ Nós contamos sempre com a solidariedade de algumas pessoas , mas há duas semanas estamos tendo que comprar alimento. Precisamos de óleo, açúcar, feijão, macarrão e contamos com a solidariedade de todos”, finaliza.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: