Repressão a atos antigoverno já matou mais de 3.500 na Síria, diz ONU

Fonte: G1

Manifestantes protestam contra o governo da Síria neste domingo (6) na cidade de Alsnmin (Foto: Reuters)

Manifestantes protestam contra o regime de Bashar al Assad. Mais de 60 morreram após assinatura de plano de paz com a Liga Árabe.

O Escritório de Direitos Humanos da ONU disse nesta terça-feira (8) que a repressão do governo da Síria aos atos pró-democracia já mataram mais de 3.500 pessoas.

Só no domingo (6), 19 pessoas morreram, segundo as Nações Unidas.

“Desde que a Síria assinou o plano de paz patrocinado pela Liga Árabe na semana passada, há relatos de morte de mais de 60 pessoas por forças de segurança e militares, incluindo ao menos 19 no domingo que marcou o Eid al-Adha, festa religiosa muçulmana.

Balanço anterior falava em 3.100 mortos pelas forças de segurança do governo de Bashar al Assad, que argumenta estar defendendo o pais de “insurgentes”.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: