Segurança dos refugiados preocupa Nações Unidas

Fonte: Jornal de Angola

Deslocados enfrentam múltiplos problemas nos campos de acolhimento na fronteira (Foto: AFP)

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) exprimiu ontem as suas preocupações pela segurança de milhares de refugiados nas áreas fronteiriças do Sudão do Sul.

Os combates que se desenrolam no Sudão vizinho estão  forçando milhares de civis a atravessar a fronteira, à procura de maior segurança. “O ACNUR está  procurando maneiras de deslocar esses refugiados para zonas mais calmas do Sudão do Sul”, declarou a porta-voz da agência, Melissa Fleming.

No Sudão do Sul, entre 60 e 200 refugiados sudaneses chegam diariamente a Yida, na comunidade de Pariang, vindos do estado sudanês do sul Kordofan.

As agências da ONU e as ONG continuam a fornecer serviços em Yida, incluindo alimentos,  água, saneamento, cuidados de saúde e assistência especial aos refugiados mais vulneráveis.

O ACNUR continua a exortar os ocupantes do campo de Yida a afastarem-se mais da área da fronteira, porque é perigosa em termos de segurança, segundo Melissa Fleming. O ACNUR, prossegue, está pronto para ajudar a deslocar os refugiados que desejam mudar de casa para as áreas consideradas mais seguras no Sul.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: