Feridas da guerra ainda assombram a Sérvia

julho 10, 2010
Fonte: Terra
 

Manifestações com sapatos com os nomes das vítimas do massacre em Srebreninca é realizada no centro de Belgrado (Foto: Solly Boussidan/ Terra)

 

Solly Boussidan
Direto de Belgrado, na Sérvia

É difícil para um estrangeiro que caminha pelas ruas de Belgrado hoje em dia ter a dimensão dos eventos que assolaram os Bálcãs nas últimas duas décadas. As ruas arborizadas e as pessoas sorridentes que lotam os cafés e bares espalhados por amplos calçadões da cidade não condizem com a imagem de uma nação emergida das cinzas de uma guerra que deixou milhares de mortos, no pior capítulo da história europeia desde a Segunda Guerra Mundial.

Continue lendo »

Anúncios